segunda-feira, março 19, 2012

POSSO PROCESSAR O ADVOGADO?

"Meu nome é G.S.B e passei por uma situação complicada (...)Depois de esperar por mais de dois anos pela audiência, o juiz nem fez perguntas, o representante do cartão de crédito não tinha argumento, apenas eu falei do absurdo que passei(...) O meu advogado também ficou quieto, não disse nada(...)O processo foi para segunda instância(...)Parecia tudo combinado. Estou indignado com todos, mas principalmente com o advogado que deveria fazer minha defesa e não fez. Posso processar o advogado?" (...)

"Perdi um processo de revisão de ação de alimentos, que sem motivo foi encaminhado para segunda instância e está por lá há quase três anos,mesmo com  enorme dificuldade de sustento dos filhos(...)um amigo advogado me alertou para o caso(...)O  advogado responsável diz que não pode fazer nada, que tem de esperar,mas 3 anos em um caso desses!!!!Que faço?" (H.C)

"O advogado não tem de passar recibo?(...)Pedi várias vezes uma justificativa do recebimento de processo trabalhista pois nem sei quanto foi porque tudo vai para um conta no nome dele (...)Sinto que ele ficou com meu dinheiro e pagou menos do que o justo".

O advogado - ou qualquer jurista - é antes de tudo um cidadão que responde pelos mesmos direitos e deveres do restante da sociedade. No caso de não exercer sua função conforme se propõe ou seja, não cumprir as obrigações de seu ofício, ele deve ser responsabilizado conforme a lei. Pode ser processado por danos morais e materiais se ficar comprovada sua negligência na condução do processo.
O advogado deve passar recibo? Sem dúvida! Ele conhece a lei e sabe que o cliente tem direito não apenas ao recibo, mas  informações claras e se possível por escrito (traduzidas do jargão jurídico, é claro) do andamento de qualquer processo, cívil, penal ou trabalhista.
No caso de processos trabalhistas o advogado deve justificar ao cliente, por escrito, todos os recebimentos, incluindo multas e outros, além do valor da causa, incluindo majoração. Ou seja, o cliente deve saber exatamente quanto ganhou e quanto o seu advogado recebeu pelo processo.
Há várias alternativas e gravidade nos casos de prejuízo ao cliente.
Em caso de dúvida da ação do profissional você deve encaminhar denúncia para a OAB - Ordem dos Advogados do Brasil, relatando todos os acontecimentos, a postura desse profissional e as suas dúvidas. Existe um código de ética que deve ser rigorosamente seguido por aqueles que trabalham na área e a punição pode ser a perda do direito do exercício da advocacia.
Em relação ao processo e às dúvidas citadas, sim, como cidadão você tem o direito constitucional de contestar a ação do advogado, desde que haja motivos claros. Se realmente tudo aconteceu conforme você diz, cabe um processo ao seu defensor. No caso de ação do magistrado, encaminhe denúncia para a Corregedoria Geral da Justiça de seu Estado. Pode fazer isso através de formulário eletrônico no próprio site da Corregedoria.
Também existe a possibilidade de realizar a denúncia diretamente junto a Corregedoria Nacional de Justiça.
Quanto a ficar com "medo de perseguição", não há fundamento, pelo menos no que se refere aos registros das reclamações. Como em qualquer área de atuação humana, pode haver pessoas de  caráter dúbio ou criminoso na advocacia ou em funções do sistema judiciário e isso deve ser denunciado.
Esse tipo de situação, que sempre foi encarada como uma espécie de "tabu" ( mentalidade de que magistrados ou juizes eram intocáveis mesmo em situações de dúvida de suas ações) tem sido largamente discutida, desde a criação do Conselho Nacional de Justiça e do reconhecimento da autonomia  poder de ação da Corregedoria Nacional de Justiça ou CNJ.
A Corregedoria da Justiça tem o poder fiscalizador, mas além de servir como agente de aperfeiçoamento dos serviços judiciários, orientar juízes e servidores, baixar atos administrativos e facilitar o acesso à Justiça, agora também pode atuar diretamente na punição dos infratores.
 A OAB é uma instituição séria e age no sentido de manter a credibilidade dos profissionais,  portanto não há interesse em permitir que advogados não qualificados ou que se utilizam irregularmente de seu poder continuem atuando.
leia também
http://leiamirna.blogspot.com.br/2017/03/o-advogado-e-o-doutor.html

59 comentários:

  1. Tenho uma pergunta no fórum justamente sobre este assunto, : é possivel processar o advogado por imperícia?

    Sou reclamante num processo trabalhista contra a Brasiltelecom.

    E depois de ler o conteúdo que aqui se encontra, sinto-me envergonhado. Postei muito conteúdo no fórum do Dr. Denis Einloft, de Porto Alegre, justamente questionando a postura dos operadores da Justiça.

    Estes relatos de processos, os das pessoas que procuram os fóruns refletem a realidade de uma grande parcela dos envolvidos em contendas judiciais!!! alguns profissionais querem algo, outros algo a mais ; ) ....

    Mas então? não é este o princípio que justifica a existência do meio pelo qual a justiça se expressa, só existe uma causa e um fim: equilíbrio, que é desenvolvido com a aplicação da Justiça, sem ela as partes tendem a se desintegrarem e se desconectarem... seria o princípio do caos jurídico, equilíbrio este que se mantém pela aplicação das convenções jurídicas e constitucionais que alicerçam a sociedade e o estado!

    Se hoje temos um cenário caótico na organização da sociedade brasileira, a Justiça e todos os envolvidos no seu desenvolvimento também tem grande parte de culpa por este resultado.

    E a vala comum onde é jogada toda falta de estrutura, incompetência, imperícia, desrespeito com as partes, desinteresse, etc.. que é identificada como: "estamos no brasil", esta vala já transborda.

    Eu me sinto completamente desesperançado em ver a justiça sedo cumprida neste país. Pois por trás dela não existe mais o idealismo, valores acima do interesse de uma categoria, pelo contrário, estes vêm primeiro, é como uma santa de igreja, suntuosa por fora, mas oca por dentro....

    Sem duvida Doutores, é justamente esta a minha intenção, promover uma visão multilateral de um assunto que na verdade se torna "obscuro" ao leigo, por ser de caráter técnico, filosófico, ético, moral e abstrato para quem não compreende a constituição das leis, como sempre acontece, prova é o grande número de fóruns como este., claro que isso é totalmente positivo.

    E a prova do que digo é a superficialidade das informações que os interessado apresentam.

    Ajustiça do trabalho tem como função principal, promover a justiça e igualdade entre os cidadãos da nação brasileira, mas se implica na própria definição de igualdade que o ente tem de si mesmo, pois somos ainda um povo com baixa auto-estima e acostumado a se subjugar diante de um poder que ele mesmo constitui.

    Com uma observação rápida sobre os tópicos que fazem parte deste fórum e as peguntas que são feitas, vê-se claramente que a maioria das pessoas ainda não tem uma noção real de seus direitos e deveres,inconsciência que se torna vala comum por onde a ineficiência dos nossos sistemas de justiça são jogados e tem ocultado muitas vezes uma falta de estrutura e uma omissão consciente, sem falar na conivência nas falhas pessoais, como por exemplo os úlimos debates e denúncias no STF

    Creio que seja de extrema importância dar clareza e transparência num assunto tão delicado, pois é de vital importância para a parte lesada compreender, sentir-se segura e confiante nos andamentos dos processos, onde entrega muitas vezes mais que uma expectativa de reposição de valores, mas também a sua dignidade e a noção de cidadania.

    Aqui defino cidadania, como parte de uma complexa estrutura, com diferentes graus de importância, mas em essência com igualdade de valor e devidamente valorizado.

    É importante sentir-se parte de um todo, ter uma função dentro dele e sentir-se repeitado como um integrante vital no seu funcionamento, devidamente respeitado por isso.
    É vergonhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você aborda a questão sob dois ângulos, o da má formação ou responsabilidade de parte dos juristas e a Justiça Brasileira, que reproduz essa falha. É realmente terrível e de certa forma degradante confiar um processo a um advogado e depois de anos receber uma resposta contrária à noção que se tem de ética e justiça.
      Parte da responsabilidade dessa situação se deve a décadas de má interpretação dos direitos do cidadão por ele próprio - como você diz, a baixa auto-estima que faz com que as pessoas tenham receio de exigir clareza do sistema judiciário e, principalmente, do seu defensor.
      Essa é uma condição herdada de séculos, quando foi criado um sistema jurídico com jargões e burocracia que pretendiam justamente afastar e calar o cidadão comum, como se magistrados e defensores fossem uma espécie de "semi-deuses" cujo poder seria incontestável.
      Na verdade incontestável deveria ser a lógica da ética e do bom senso na criação e interpretação das leis.
      É bem provável que a situação da Justiça não esteja exatamente pior, mas sim expondo toda a sua fragilidade por força da banalização do ensino jurídico.
      De qualquer forma, concordamos, é de fato uma situação constrangedora e inaceitável.

      Excluir
    2. PROCESSO POR IMPERÍCIA
      Você pergunta se pode processar o advogado por imperícia. Ou seja, por incompetência ou ausência de qualificação profissional exigida para o exercício da profissão.
      Considerando que o STJ concluiu que o cliente pode processar o advogado que lhe causou dano moral ou material a resposta é sim, desde que isso fique muito claro no processo em questão.

      Excluir
  2. Prtezados,
    No dia 16 -07 , como autor , fiz um acordo trabalhista [ atravez de advogado constituido ] com a empresa em que trabalhava, e este acordo foi definido que será em 11 paracelas [ primeira em 03 -08 -12 e as restantes no dia 09 de cada mes subsequente]e outras considerações, neste acordo, como o registro da carteira e etc....
    No meu contrato com o advogado, ficou estabelecido que os honorarios são de 30% da causa.
    Mas existe um item deste contrato, em que diz textualmente:
    " Havendo acordo parcelado os honorarios poderão ser retidos nas primeiras paracelas ajustadas neste acordo".
    Pedi esclarecimentos ao meu advg, sobre esta questão, de como seria, ou como e que valor serão descontados em cada parcela.
    Pois no meu entendimento ele como procurador, receberá em sua conta os valores determinados e retiraria sua parte e me pagaria o restante, conforme a percetagem estabelecida.
    Para minha surpresa,e segundo ele, vai reter todo o valor até completar o estabelecido [ o que agora ponho em duvida] e se depois vou ter acesso ao valor que me é devido pelo acordo.
    É Correto esta atitude?
    Estou desempregado há praticamente um ano e ainda terei que esperar mais 4 meses para receber alguma coisa.
    Alem da duvida no item citado, não foi o que tratei com ele, caso houvesse exito na ação, e mais que isso, após o acordo ele deveria , no meu entendimento estabelecer por escrito, como vai ser feito a retenção por parcela, de forma a me permitir programar a minha vida neste aspecto.
    O valor da causa é de 100000,00, com sinal de 20000,00 na primeira e o restante em 10 parcelas de 8000,00.
    O meu advg, irá receber nesta ação 30000,00 e ainda irá rete-lo
    integralmante na primeira na segunda e parte na terceira, correndo o risco, por minha parte dele incluir outras despezas não combinadas.
    Como devo agir, caso isto ocorra?
    Por favor, uma orientação
    Atc...
    Antonio Carlos
    habaeb@gmail.com
    tel . 31 34435809

    ResponderExcluir
  3. Antonio Carlos, não é possível definir a questão com base no relato, é imprescindível estudar o texto do acordo em detalhes. Mas uma coisa pode ser adiantada: todo e qualquer acordo que pese contra os interesses do autor, no caso você, deve ser analisado e se for abusivo, denunciado. O advogado não pode reter esses valores.
    Supondo que o advogado tenha optado pelo acordo parcelado, os honorários mantém o percentual de 30%, geralmente descontados nas parcelas. Não há como ele receber 30% o total, mais parcelas retidas e cobrar despesas não combinadas.
    Se ele insistir em receber mais do os 30%, que já é considerada alta quantia e se torna ainda mais controversa se acrescidas de honorários de sucumbência (que foram aprovados justamente para aliviar o peso do desconto sobre o trabalhador lesado), você vai ter de procurar ajuda.
    Não á fácil, mas é preciso seguir algumas providências, que podem começar com a denúncia a Comissão de Ética da OAB (leve cópia do contrato, do processo, documentos pessoais, comprovante de residência) e à Corregedoria da Justiça. Posteriormente, se ficar comprovado o dolo ou má fé de seu advogado, você poderá decidir se vai ou não exigir ressarcimento pela má fé em outro o processo.

    ResponderExcluir
  4. Solicitei a um escritório de advocacia que ajuizasse ação trabalhista contra minha ex empresa. Fiz a solicitação em outubro de 2011. A ação só teve entrada em maio de 2012 pela morosidade dos advogados, e com a primeira audiência marcada em agosto de 2012, foram detectados erros graves na petição adentrada na vara de trabalho. Na saída desta audiência, muito decepcionado com a atuação de meus advogados, fui informado pelos mesmos que adentrariam com nova ação e que o processo seria recomeçado, com o mesmo número.

    Acontece que verifiquei o processo agora em setembro de 2012, e o mesmo consta como arquivado, com transito em julgado.

    Segundo informações dos advogados, o prazo de prescrição dava-se em maio de 2012, e meu processo teve entrada proximo a prescrição.

    Como este processo foi marcado como transitado em julgado e arquivado, nao podera ser dado entrada em um novo processo, uma vez que o prazo prescreveu correto?

    Meus advogados se mostraram sem atenção e trabalharam de qualquer maneira, não me retornando emails e ligações. A petição que recebi pensei que era um rascunho, de tão mal feita que estava. Mas esta petição podre que foi dada entrada na vara de trabalho. Me deu vergonha o juiz analisando a mesma, achando incrível estar de frente a 2 advogados, e receber aquela petição. Os mesmos ainda perderam meus documentos e contrato de trabalho original.

    Em caso de nao poder prosseguir com o processo, devo registrar reclamação contra os mesmos na OAB e ajuizar processo por danos morais e materiais?

    ResponderExcluir
  5. Advogado, não repassou valores recebidos ao seu cliente, deve, o cliente ir a uma delegacia de Polícia e fazer um B.O por apropriação indébita, após denunciá-lo ao Ministério Público, com cópias de tudo isso, ser representado na OAB e acompanhar o caso, pois, pode ser engavetado.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde.
    Eu vou relatar o que está acontecendo. Meu irmão taxista foi pego com um passageiiro carregando drogas. Ele está preso a mais ou menos 4 meses e está sendo processado por conivencia com o tráfico. Contratamos um advogado que está sendo pago rigorosamente em dia, mas não está fazendo seu trabalho com empenho. Se nós não procurarmos ele para saber do processo ele não nos informa. Tudo que ficamos sabendo é por boca dos outros e pela internet. Ele nem sabia pra qual presidio meu irmão tinha sido transferido. Não faz visitas constantes ao seu cliente. Ele disse que não tem que ficar visitando meu irmão. Quer dizer que meu irmão não tem que ficar sabendo como está sua situação? A mais ou menos 4 meses que ele recebe pra nos dizer que tem que aguardar. Por favor me informe se isso é correto. O que eu tenho que cobrar desse advogado? Ele está agindo corretamente?

    ResponderExcluir
  7. Vai no TRT e levanta quanto ele recebeu, aí você vai saber se foi roubado ou não! Meu advogado me roubou, por quase 3 anos, quando não conseguia mais sustentar a mentira, resolveu me pagar, mas me propôs menos que 1/4 da causa! Fui ao TRT e fiquei besta, ele já havia recebido a anos atrás! Liguei e ameacei ir a OAB, ele chorou no telefone, implorou! Eu muito burro, não fui a OAB, mas recebi todo meu dinheiro no mesmo dia! Pessoal, não confiem em advogados, vão ao TRT, lá eles explicam e orientam sobre o andamento do processo, diferente do que muitos imaginam, quem tem um processo em aberto, tem direito e acesso ao processo, sim! Não confiem plenamente em advogados, eles roubam justamente por isso, por que as pessoas pensam que apenas eles é quem tem acesso! Vão atrás, não de outro advogado, mas atrás de seu processo e atual situação no TRT!

    ResponderExcluir
  8. Era funcionário de uma empresa que faliu,recebi como parte da rescisão alguns equipamentos e abri meu negócio outra empresa outro endereço ou quadro social e outros funcionários não receberam nada...hoje eles entram na justiça orientados pelo advogado deles argumentando que houve uma sucessão o que não é verdade e não existe nenhuma prova disso,mas o advogado mesmo sem provas insiste em incitar os ex-funcionários nesta versão..posso processa-lo por injuria ou coisa assim??

    ResponderExcluir
  9. Era funcionário de uma empresa que faliu,recebi como parte da rescisão alguns equipamentos e abri meu negócio outra empresa outro endereço ou quadro social e outros funcionários não receberam nada...hoje eles entram na justiça orientados pelo advogado deles argumentando que houve uma sucessão o que não é verdade e não existe nenhuma prova disso,mas o advogado mesmo sem provas insiste em incitar os ex-funcionários nesta versão..posso processa-lo por injuria ou coisa assim??

    ResponderExcluir
  10. Posso processar minha advogada por passar informações do meu processo para terceiro sem minha autorização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pode processar. O advogado tem o dever ético e moral de preservar as informações obtidas de seu cliente e não pode repassar qualquer dado pessoal a terceiros e tampouco romper o sigilo de informações que comprometam a defesa de seu cliente.

      Excluir
  11. posso processar minha advogada por nao dar nenhuma informaçao sobre o meu processo ,ela diz que nao tem acesso a ele.sendo que eu procurei ajuda e descobri que o juiz ja deu a sentença final. o que posso fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou com esse mesmo proplema vc consegui resolver me ajude por favor meu email voisabel2009@gmail.com
      pois parece que todos tem medo de pegar uma causa quando e pra acusar um advogado como os nosso por isso te peço se consegui me diz como

      Excluir
    2. Medo de denunciar a má fé ou incompetência do advogado? Essa questão é muito mais cultural, demonstrando que as pessoas que trabalham nessa categoria costumam se revestir de um "poder divino" de punir aqueles que não se calarem diante de seus erros.
      Se realmente existe um erro grave do profissional ou uma dúvida, é preciso sim que isso seja esclarecido.
      Na prática dificilmente haverá "perseguição" do cidadão que reivindicar justiça também no trato com seu advogado.
      O que pode acontecer é...nada. Isso porque a punição do advogado depende de clareza na denúncia, mas também de um Conselho de Ética que realmente funcione dentro das subsecções da OAB.
      Mas mesmo assim é possível levar a denúncia direto à Corregedoria.

      Excluir
  12. contratei um advogado para processar uma agencia de carros , paguei tudo direitinho e a agencia fechou , meu ex carro ainda circula com meu nome e tomando multa , no dia da audiencioa meu advogado me mandou email notificando a hora da mesma pois esse email ele me enviou faltando 1 hora da mesma não tive como ir e o juiz arquivou o processo , o advogado disse que para continuar tenho que pagar o desarquivamento e os honorários , é correto isso pois eu acho que é incopetencia do advogado o que eu posso fazer?

    ResponderExcluir
  13. Olá tenho dúvidas me relação a conduta da minha advogada, será que posso processa-la? Contratei uma empresa especializada em revisão de financiamento por juros abusivos, porém essa empresa era uma fraude, eles até abriram o processo porém o abandonaram não acompanhavam ou dava retorno as solicitações do juiz.
    Em contato com uma nova advogada expliquei meu caso e contratei seu serviços para dar entrada no processo de revisão do meu financiamento, pagando novamente os honorários agora para um outro advogado.
    A advogada disse ter olhado o processo que estava em andamento e achou por bem revogar os poderes da empresa anterior e dar continuidade ao mesmo processo para que não fosse aberto um novo.
    Entendi de acordo com que ela me disse ser o melhor.
    A partir dai começaram meus problemas. Foram feitas solicitações pelo juiz de documentos, procurações atualizadas, porém a advogada não respondia ao prazo. Entrei em contato com seu escritório informando que o prazo estava se encerrando para que ela tomasse providencias e ela não o fez alegando estar de atestado médico e que depois recorreria ao prazo.
    Fato foi que ela realmente recorreu a decisão do juiz porem com um atestado de dias inferior ao prazo dado pelo juiz, ele entendeu que um atestado médico de 3 ou 4 dias não justificaria o não cumprimento de um prazo de 10 dias, sendo assim extinguiu meu processo e pediu que fosse recolhida as custas judicias.
    A advogada me ligou pedindo o valor das custas que fui obrigada a depositar na conta dela (sem recibos) pois sou funcionária pública e não posso ter meu nome inscrito no CADIM.
    A advogada negligentemente mais uma vez não recolheu as custas e só foi fazer isso após 2 meses de cobrança. E depois disso não me ligou mais, não abriu um novo processo ou me deu alguma satisfação.
    Posso processá-la por negligência ao não cumpri o prazo estabelecido pelo juiz, e por não cumprir o contrato já que meu processo foi extinto sem julgamento e ela não abriu outro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O advogado é obrigado a fornecer todos os recibos, assim como todo andamento do processo. Junte as provas e denuncie.

      Excluir
  14. Olá tenho dúvidas me relação a conduta da minha advogada, será que posso processa-la? Contratei uma empresa especializada em revisão de financiamento por juros abusivos, porém essa empresa era uma fraude, eles até abriram o processo porém o abandonaram não acompanhavam ou dava retorno as solicitações do juiz.
    Em contato com uma nova advogada expliquei meu caso e contratei seu serviços para dar entrada no processo de revisão do meu financiamento, pagando novamente os honorários agora para um outro advogado.
    A advogada disse ter olhado o processo que estava em andamento e achou por bem revogar os poderes da empresa anterior e dar continuidade ao mesmo processo para que não fosse aberto um novo.
    Entendi de acordo com que ela me disse ser o melhor.
    A partir dai começaram meus problemas. Foram feitas solicitações pelo juiz de documentos, procurações atualizadas, porém a advogada não respondia ao prazo. Entrei em contato com seu escritório informando que o prazo estava se encerrando para que ela tomasse providencias e ela não o fez alegando estar de atestado médico e que depois recorreria ao prazo.
    Fato foi que ela realmente recorreu a decisão do juiz porem com um atestado de dias inferior ao prazo dado pelo juiz, ele entendeu que um atestado médico de 3 ou 4 dias não justificaria o não cumprimento de um prazo de 10 dias, sendo assim extinguiu meu processo e pediu que fosse recolhida as custas judicias.
    A advogada me ligou pedindo o valor das custas que fui obrigada a depositar na conta dela (sem recibos) pois sou funcionária pública e não posso ter meu nome inscrito no CADIM.
    A advogada negligentemente mais uma vez não recolheu as custas e só foi fazer isso após 2 meses de cobrança. E depois disso não me ligou mais, não abriu um novo processo ou me deu alguma satisfação.
    Posso processá-la por negligência ao não cumpri o prazo estabelecido pelo juiz, e por não cumprir o contrato já que meu processo foi extinto sem julgamento e ela não abriu outro?

    ResponderExcluir
  15. Ola ! Procurei um advogado para entra com uma causa trabalhista,no inicio ele falou que iria analza a causa porque era muito peque para tentar uma ação na justiça, enfim deixei com ele todos os meus documentos para analizi e depois ele me comunica se iria da andamento a causa,passaran-se 6 meses e ele nem me ligou ou mandou uma carta ,telegrama ou coisa assim.
    Hoje por volta de meio dia recebi um telefonema de outro advogado me comunicando que a audiência estava marcado.
    Gostaria de saber se ele pode fazer isso eql quais documentos ele teria que me passa no ato de me comunica que o processo estava em andamento?

    ResponderExcluir
  16. me chamo HOMERO RODRIGUES ENTREI COM UMA ACOA CONTRA UMA EMPRESA POR ME DEMITIR NA ESTABILIDADE DE APOSENTADORIA DE 2 ANOS QUE CONSTA NA CONVENCAO TRABALHISTA DA CATEGORIA , ACONTE QUE NA PRIMEIRA AUDIENCIA , A ADVOGADA DA EMPRESA MENCIONOU AO JUIZ QUE FOI ENTREGUE NA ACAO , UMA CONVENCAO TRABALHISTA ERRADA DA CATEGORIA , SENDO ESTA DE ENSINO MEDIO E INFANTIL , SENDO QUE O CERTO SERIA DE NIVEL UNIVERSITARIO, ACABANDO A AUDIENCIA QUESTIONEI O QUE ACONTECEU , ELE DISSE CONFUNDIU NO MESMO MOMENTO FUI AO SINDICATO BUSCAR A CONVENCAO CERTA DA ACAO , OS PROPRIOS DIRETORES DO SINDICATO NA EPOCA FICARAM INDIGNADO COM ESSE ERRO INFANTIL , ACONTECE QUE ELE RECORREU DIZENDO QUE ESTAVA CERTO SIM , JA QUE EU PRESTAVA SERVICO NA EMPRESA TANTO NO ENSINO MEDIO COMO UNIVERSITARIO A 3 TURMA NAO ACEITOU E DIZ AINDA QUE O RECLAMANTE NAO ENTREGOU O RECURSO EM TEMPO SENDO ASSIM , SERIA IMPROCEDENTE A MINHA RECLAMACAO , PERDI LIGUEI PARA O ADVOGADO ELE CINICO DISSE QUE EU ENTREGUEI A CONVENCAO ERRADA MENTIROSO AGORA PERGUNTO SE RECORRER NOVAMENRTE EM BRASILIA ME DISSERAM QUE PERCO NOVAMENTE E TAMBEM ME ORIENTARAM A PROCESSA LO PERGUNTA O QUE DEVO FAZER MUTIO OBRIGADO HOMERO RODRIGUES

    ResponderExcluir
  17. olavo tenho uma causa trabalhista ganha... mas depois d feito o acordo meu ex empregador se recusou a fazer os depósitos acertados diante do Juiz meu advogado diz q ele abriu falência e não pode fazer mais nada oque devo fazer

    ResponderExcluir
  18. em 12/05/2015 meu processo trabalhista foi cancelado pelo juiz por que o meu advogado colocou o cnpj de outra empresa e não a que eu trabalhei, pergunto aos senhores ele podera dar entrada novamente com outro processo mesmo ja tendo passado o prazo de 2anos que foi no dia 01/03/2015 fez 2anos que sai da empresa e agora me ajudem por favor? eu vou ficar sem receber nada? pois a empresa que trabalhei não me pagou nada quando sai, me orientem por favor , obrigado.

    ResponderExcluir
  19. gostaria de saber em relaçao meu processo que esta com digitaçao e ordem de pagamento mas deum mes demora esse tempo todo?

    ResponderExcluir
  20. Srs,

    Queria opinião de um profissional quanto a minha duvida. Estou em conflito pessoal quanto a denunciar meu advogado, sei que a decisão cabe a mim, penso se não será mais um problema ou invés de solução.
    Contratei um advogado para defender minha causa. Pois bem, não tenho formação jurídica mas com o tempo entre a formulação da peça de defesa pelo meu advogado e meu empenho para entender as causas técnicas que levaram a avaria do meu carro no portao automatizado no condomínio onde moro, percebi o seguinte:
    a) A técnica escolhida pelo advogado para minha defesa foi única, ou seja, erro humano.
    b) Percebi que essa não era a única saída, propus-me a pesquisar e contratei um técnico que me disse q havia problemas na instalação do sensor de presença. Comentei com meu advogado na possibilidade de uma parecer técnico ser colocado na petição.
    c) Como a petição já tinha sido encaminhada a Vara Civil meu advogado disse que não poderia juntar, ou adicionar nada.
    d) Enfim, sugeriu para pedir ao técnico ser meu testemunha, e ele aceitou.
    e) Pela minha insistência pessoal pesquisei, conversei com engenheiros enfim havia realmente problemas de instalação, mas todas as evidencias que consegui nada foi colocada como JUNTADA.
    f) Na audiência o técnico faltou e mesmo assim rolou a defesa juntamente com 2 testemunhas que meu advogado não instruiu, nem conversou para saber as experiências de cada um sobre a vivencia deles no uso da garagem.
    g) Perdi a ação.
    h) Entrei com apelação. Mas estou inconformada com atitude do meu advogado de omitir que poderia sim durante o decorrer do processo colocar provas q fossem me favorecer. Estou provas escritas e de relatos que não foram usadas a meu favor. Cheguei a ouvir do meu advogado durante o processo todo desde a formulação ate a perda do processo que poderia me " vingar" se a outra moradora q teve o carro avariado processasse o condomínio. E que era para ir guardando 100 reais por mês p/ garantir o pagamento do advogado do condomínio.

    Acho q esta claro os motivos para que a OAB saiba do meu caso.

    ResponderExcluir
  21. Esta situação, sem dúvida, é mais comum do que se imagina. A incompetência do advogado, que termina por prejudicar a defesa em umn processo, ocorre com frequência, mas raramente é denunciada e mais: raramente a OAB, principalmente regional, toma providências de punição.
    É mais difícil punir um advogado ruim, do que um camelo passar pelo buraco de uma agulha...parodiando a citação bíblica.
    Por que? Em primeiro lugar, pela própria defesa da categoria, que a exemplo de outras, como de médicos e odontólogos, costuma fechar-se em uma concha, conservando um espírito classista, a tal ponto que a própria ética fica comprometida, já que a fé na versão do profissional excede os relatos dos clientes prejudicados.
    No entanto existem exceções, que devem ser sempre esperadas. Toda e qualquer irregularidade e dúvida deve ser, sim, denunciadas, primeiramente junto a subsecção da OAB, à OAB estadual e também, à OAB nacional.
    Isso porque recebemos muitas denúncias de que algumas regionais tem baixo resultado de punição. Como os conselhos de ética da OAB também passam pela interpretação das denúncias, recebendo o argumento contrário do profissional denunciado, os resultados podem ser diferentes.
    Caso não haja justiça na opinião do cliente prejudicado, também é possivel encaminhar denúncia à Corregedorias da Justiça, estadual Corregedoria Geral, federal.
    Um adendo: portões eletrônicos causam sempre brigas em condomínios. Mas problemas técnicos dos protões são de responsabilidade do condimínio. No entanto o mérito da questão aqui não é exatamente a ocorrência, mas a negligência do defensor.

    ResponderExcluir
  22. Esta situação, sem dúvida, é mais comum do que se imagina. A incompetência do advogado, que termina por prejudicar a defesa em umn processo, ocorre com frequência, mas raramente é denunciada e mais: raramente a OAB, principalmente regional, toma providências de punição.
    É mais difícil punir um advogado ruim, do que um camelo passar pelo buraco de uma agulha...parodiando a citação bíblica.
    Por que? Em primeiro lugar, pela própria defesa da categoria, que a exemplo de outras, como de médicos e odontólogos, costuma fechar-se em uma concha, conservando um espírito classista, a tal ponto que a própria ética fica comprometida, já que a fé na versão do profissional excede os relatos dos clientes prejudicados.
    No entanto existem exceções, que devem ser sempre esperadas. Toda e qualquer irregularidade e dúvida deve ser, sim, denunciadas, primeiramente junto a subsecção da OAB, à OAB estadual e também, à OAB nacional.
    Isso porque recebemos muitas denúncias de que algumas regionais tem baixo resultado de punição. Como os conselhos de ética da OAB também passam pela interpretação das denúncias, recebendo o argumento contrário do profissional denunciado, os resultados podem ser diferentes.
    Caso não haja justiça na opinião do cliente prejudicado, também é possivel encaminhar denúncia à Corregedorias da Justiça, estadual Corregedoria Geral, federal.
    Um adendo: portões eletrônicos causam sempre brigas em condomínios. Mas problemas técnicos dos protões são de responsabilidade do condimínio. No entanto o mérito da questão aqui não é exatamente a ocorrência, mas a negligência do defensor.

    ResponderExcluir
  23. em 15/12/2010 contratei um advogado ao qual me cobrou 1500 reais pra defender me numa ação cominatória essa causa começou em 2004 porem o meu outro advogado faleceu por isso contratei ele acontece que agora em outubro de 2015 descobri por acaso que essa causa foi julgada e que esse advogada nunca me defendeu nunca escreveu uma linha em meu favor não me avisou so me ligou uma vez o caso e que na época eramos 5 reis mais so restou eu avisei a ele quando o contratei que os outros reis não existiam mais que eu estava sendo a única re que restou o juiz deu perda de causa ainda estipulou multa de 50 reais diários mais despesas de adv isso a 11 mês atrais avisei ele perguntei se era assim mesmo ele não me atende não me liga não responde email.com não tenho dinheiro ganho 1050 ao mês pago agua luz tel cemiterio tem dia que nem ovo tem na minha casa que devo fazer já sofri começo de infarte por causa disso quero que esse advogado se responsapelize por tudo afinal ele e meu representante na justiça que devo fazer nesse caso moro perto do escritório dele so deus sabe como me seguro pra não ir la e fazer sabe deus o que minha revolta e muito grande que tenho medo de mim mesma e ainda quero meu dinheiro de volta comjuros e correções
    aguardo resposta quero processa lo

    ResponderExcluir
  24. Olá! Quero saber sobre um processo de separação de bens e pensão alimentícia tem 3 anos q esse processo está em andamento até hj não tenho nada de solução até a pencao alimentícia não consigo descontada em folha o indivíduo continua pagando do jeito q ele quer procuro meu advogado ele fala q tenho q esperar q meu processo está sem juiz desde de um certo tempo e possível isso?

    ResponderExcluir
  25. Olá! Quero saber sobre um processo de separação de bens e pensão alimentícia tem 3 anos q esse processo está em andamento até hj não tenho nada de solução até a pencao alimentícia não consigo descontada em folha o indivíduo continua pagando do jeito q ele quer procuro meu advogado ele fala q tenho q esperar q meu processo está sem juiz desde de um certo tempo e possível isso?

    ResponderExcluir
  26. ola gostaria de pedir ajuda e esclarecimentos:
    Meu marido de 65 anos foi preso por dever pensão a ex mulher,num processo de 2007 que agora final de 2015 veio a cobrar 30 dias de prisão. Ele estava bem trabalhando no que podia e sabia fazer, foi levado e la ficou doente ficou sem comer e beber pedia ajuda pra que colocasse ele no soro mesmo q na sela,sabia q ele estava mau desidratado com diarreia e sem conseguir nem levantar ele ficou fraco a cada dia a ponto de ter que depender de outros presos pra dar banho água e sentar nada ele fazia sozinho,pedi então pra que ele fosse examinado pelo médico da cadeia,e o médico de la ignorou a fraqueza que era visível e falou q ele era cardíaco,e nada fez por ele. no dia 19/12/15 ele veio a falecer la dentro .E desde então minha vida esta destruida ale da falta do companheiro do vazio que esta minha vida,estou com dificuldades ja que ele me ajudava,tudo isso por que eles se omitiram em ajudar e colocar no soro uma pessoa que adoeceu la dentro. E agora como posso proceder quem tem culpa nesse descaso ? ele pagou como pena de morte uma prisão de 30 dias eu com pena perpétua pq jamais terei meu esposo ...por deus me ajudem como posso pedir justiça

    ResponderExcluir
  27. Gente me ajudem? A advogada da outra parte de um contrato de imóvel c quebra de contrato me chamou no escritório dela p fazer um acerto c a cliente dela. Eu estava sozinho sem advogado e só o oficial de justiça q estava sabendo q fui no escritorio dela pq ele mesmo q a ligou antes. Ela me disse q a cliente iria pagar pela multa do contrato e pelos danos e contas atrasadas do imovel... e se recusou de me dar algo por escrito... disse q o contrato do imóvel por si só já era uma gatantia q eu ia receber e q o processo seria extinto... passou o primeiro mês e a cliente dela só pagou contas atrasadas de água e luz e consertou os danos. Ela ficou de pagar a multa de quebra de contrato conforme combinamos p próxomo mês. Mas se negou a pagar dpois e disse q queria dar sequencia ao processo . Ai a advogada dela neste caso agiu de má fé cmg por n ter extinguido o processo e reverter a situacao. E no ato do acordo n me deu comprovantes do combinado. TEM ALGUMA COISA A FAZER CONTRA EDTA ADVOGADA? ME AJUDEM : marc.ellus@hotmail.com

    ResponderExcluir
  28. ola pessoal por favor preciso saber meu advogado não me da informação nenhuma sobre meu processo e se não fosse o rapaz da segurança do trabalho do local onde trabalho eu nem ia ficar sabendo o dia da pericia,num me manda um email nem uma informação pelo wahts não sei o que fazer por favor me ajudem

    ResponderExcluir
  29. ola pessoal por favor preciso saber meu advogado não me da informação nenhuma sobre meu processo e se não fosse o rapaz da segurança do trabalho do local onde trabalho eu nem ia ficar sabendo o dia da pericia,num me manda um email nem uma informação pelo wahts não sei o que fazer por favor me ajudem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há duas alternativas: ou você muda de advogado, ou registra reclamação no Conselho de Ética da OAB. Peça orientação especifica para o seu caso.

      Excluir
  30. Boa tarde!
    Estou com uma causa a quase 18 anos com um determinado advogado e ele até então ñ resolveu minha causa (nem que sim e nem que ñ), confesso q tbm deixei correr, vou pouco atrás disso. Mais as vezes que eu o procuro ele me enrola e desconversa. como posso proceder?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode consultar o seu processo na internet, desde que saiba o número desse processo. Esse prazo citado por você está muito estranho. Procure a Conselho de Ética da OAB ou consulte outro advogado a respeito. Em geral uma segunda opinião não custa caro, mas se estiver sem recursos, procure a Assistência Judiciária Gratuita e peça orientação para o seu caso.

      Excluir
  31. Boa tarde!
    Estou com uma causa a quase 18 anos com um determinado advogado e ele até então ñ resolveu minha causa (nem que sim e nem que ñ), confesso q tbm deixei correr, vou pouco atrás disso. Mais as vezes que eu o procuro ele me enrola e desconversa. como posso proceder?

    ResponderExcluir
  32. gostaria de saber se uma advogada pode cobrar 50% da causa ganha como honorarios e acho abusivo,,, o qye fazer se ja saiu a ordem de pagamento e ela me ameaçou de ir ao juiz.. o q fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cobrar 50% é abusivo. Procure o Conselho de Ética da OAB de sua cidade, ou a Promotoria.

      Excluir
  33. Acho que o advogado está me enganando:pois processei uma empresa por danos morais e fui demitido e ele está me cobrando valores em cima de minha rescisao sem que o processo ainda naum foi finalizado e no contrato diz que deve cobrar é da causa e me ameaçou dizendo se eu naum pagasse o juiz ia me condenar... fiquei com medo e nao sei o que fazer nao tenho dinheiro o que faço alguém me ajuda

    ResponderExcluir
  34. Edvanio Ribeiro, em ações trabalhistas o advogado trata com o cliente um percentual do recebimento final, entre 20% e até 30% no máximo. Neste caso o cliente não paga nenhum valor, enquanto o advogado apenas recebe o pagamento (nesses percentuais combinados) quando o processo for concluido.
    Mas como não há detalhes do seu caso, vamos sugerir que você procure o Conselho de Ética da subsecção da OAB e confirme se está havendo abuso. Até lá, não opague nada mais. E lembre-se que se o advogado o constranger, incorre em erro ético. Não há como "perder a causa" se você não ceder a pagamentos não combinados. porque esse profissional também depende do bom resultado e só receberá se for bem sucedido.
    Cuidado, fique atento e não assine nada sem ler com atenção.Caso não encontre orientação adequada ou satisfatória na OAB, procure a Promotoria no Forum.

    ResponderExcluir
  35. Pedi conta na empresa e entrei na justiça contra essa empresa, segundo meu advogado perdi a causa. Não estou confiando no advogado. Como saber se estou sendo enganada. ?

    ResponderExcluir
  36. gostaria de saber , meu sobrinho contratou, uma advogada ,por determinado dinlheiro, so quela fez foi tirar o processo da defensoria , para escritorio
    ele assinou. o contratou sem ler e nem ela, esplicou o combinado era q recceber ele daria tanto . ela pediu de adiantamento 400 reais . sera que agiu de má fe e agora essa advogada se se bustabelecer do caso ele tem que pagar 30/: CERTO ISSO
    SENDO QUE OCONBINADO ERA 1.500 QUANDO TERMINASSE A CAUSA COMO POSSO AGIR NESSE CASO COM ESSA ADVOGADO DENUCIO ELA OAB NÃO SEI OQUE FAZER . ELA FOULO QUE CASOU DELE TINHA PRESCRIVIDO , EAGORA NÃO QUERO ELA A MAIS NO CASO ESPERO REPOSTA OBRIGADO !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para anular procuração e destituir um advogado você pode formalizar essa vontade em carta, remetendo via correio com "AR", para garantir o recebimento pelo escritorio ou profissional.
      Ainda assim, é bom procurar a OAB e registrar seu problema, exigindo documento de sua denúncia.
      Lembre-se que o que vale é o que está documentado.

      Excluir
  37. gostaria de saber se poso denuncia uma advogada ,Priscila Gadioli Manuel Aob 19288 ELA falou que ira entrar com processo mas nao entrou pegou meu dinheiro simplemente sumiu.
    Nao sei o que fazer!!

    ResponderExcluir
  38. gostaria de saber se poso denuncia uma advogada ,Priscila Gadioli Manuel Aob 19288 ELA falou que ira entrar com processo mas nao entrou pegou meu dinheiro simplemente sumiu.
    Nao sei o que fazer!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve denunciar. Primeiramente, ao Conselho de Ética da OAB. Recolha sempre as cópias de documentos e também do andamento de qualquer processo.

      Excluir
  39. sou a souza .tenho um processo desde 2000 no qual meu advogado faleceu e ele substabeleceu sua nora.venho tentando desde 2015 falar com ele,e sempre com desculpa que não pode me atender. um belo dia fui ate ao local do trabalho da advogada,ela me respondeu que não é minha advogada e que esse processo caiu na mão dela como um para queda. e que ta tentando resolver ,mais eu estou indo uma vez por semana ao fórum e sempre peço informações qdo estou olhando meu processo,visto que o dinheiro já está depositado no bco do brasil desde 2015..qual é o meu proceder? visto que tento ligar e hoje ela marcou pra mim ir no local aonde está trabalhando,mais sabe que estou ate com medo dessa advogada,,,

    ResponderExcluir
  40. souza
    tenho um processo de 2000 que o meu advogado faleceu e subestabeleceu sua nora, e meu dinheiro esta no bco desde 2015 e a advogada está me enrolando pra finalizar meu processo trabalhista,disse pra mim que não é minha advogada e que esse processo caiu pra ela como para queda,ate que um dia consegui achar aonde ela trabalha porque ate então só falava com ela pelo celular.foi ai que conheci pessoalmente e prometeu ir ao forum pra ver o processo no mês de fevereiro ai voltei novamente no local ela agou ruim de ter ido lá ate me acusou de ter gritado com ela e desrespeitada no local do trabalho,ate falou que poderia me denunciar por desacato a sua profissão,ai nesse momento falei firme com ela e ate pedi desculpa se fui dura com ela ,mais explico que não gritei e maltratei em nenhum momento da conversa,pra dizer a verdade que deu uma vontade deu de falar umas boas verdades a ela ,mais aguentei firme,mandei mensagem pra ela ontem e liguei varias vezes não atendeu ai qdo foi 22 hs ela envia uma mensagem marcando pra ir dia 09/05/2017 no local de trabalho pra conversar comigo...sinceramente estou ate achando que ela está armando alguma cilada pra mim....o que eu faço nessa situação .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Souza, a postura dessa advogada é pouco profissional.
      Você deve tomar cuidado e nesse caso a melhor maneira de agir é buscar orientação no Conselho de Ética da OAB.
      Paralelamente você também pode registrar queixa contra essa advogada, relatando o fato. Mas lembre-se que é importante, em caso de registro de um BO comum, que você tenha pelo menos uma testemunha do fato.
      Guarde todos os e-mails que remeteu à advogada como comprovação de contato também.
      Evite qualquer contato pessoal com essa advogada sem o acompanhamento de testemunhas.

      Excluir
  41. Meu pai contratou um advogado para uma ação trabalhista , ele ganhou em 1º e 2º instancia , em 2012 o valor estava em R$38.940,14 , nunca recebi nenhum telefonema ou email me comunicando sobre o andamento do processo , eu só acompanhava o processo pelo site do TRT como sou leigo e não entendo o jargão juridico eu ligava para entender e ele nunca me atendeu , pedia para a secretaria me dizer que o processo estava em andamento ele nunca me atendeu no escritório diz que só com hora marcada mas toda fez que eu marcava ele cancelava dizendo que não podia me atender no momento , no dia 04/05/2017 o advogado me chamou no escritório e me pagou a quantia de R$6.528,36 dizendo que era a quitação integral do processo , ele só me deu o recibo do escritório pedi que me desse a conclusão do processo e ele diz que isso pertence a ele.
    O que faço para poder saber o real valor da indenização , leio processo mas não entendo.

    ResponderExcluir
  42. Caro anônimo, há pelo menos três maneiras de conseguir saber detalhes do processo.
    1- Contatar um profissional para avaliação não só do processo, mas da possibilidade de representação em causa de ação de danos, caso seja confirmada a fraude.
    2- Em caso de inadimplência, procurar a Defensoria Pública mais próxima, onde o seu problema também poderá ser avaliado.
    3- A OAB mantém orientação ao cidadão para garantir a ética na atuação do advogado. Procure a subseção mais próxima.
    A interpretação do processo realmente é difícil para o leigo.

    ResponderExcluir
  43. Caro anônimo, há pelo menos três maneiras de conseguir saber detalhes do processo.
    1- Contatar um profissional para avaliação não só do processo, mas da possibilidade de representação em causa de ação de danos, caso seja confirmada a fraude.
    2- Em caso de inadimplência, procurar a Defensoria Pública mais próxima, onde o seu problema também poderá ser avaliado.
    3- A OAB mantém orientação ao cidadão para garantir a ética na atuação do advogado. Procure a subseção mais próxima.
    A interpretação do processo realmente é difícil para o leigo.

    ResponderExcluir
  44. Ola,gostaria q tirassem uma duvida

    ResponderExcluir
  45. boa noite ,estou com um problema serio com advogados de minha cidade sobre vara de família arrumei uma assim que o pai do meu filho faleceu ,e ela não resolvia nada meu filho tem três irmãos por parte de pai !e ela só me enrolava e não resolvia nada falava coisa com coisa ,tudo que ia resolver ia nós advogados da outra parte para pedir autorização ,então conversei com outra advogada que mandou eu pedir uma copia do processo a ela e ela me enrolou ate que eu fui no fórum depois de quase um ano!e nem o nome do meu filho estava lá e nem o dela !!arrumei outra e tem quase um ano que estou na mesma luta tenho um filho de menor !vou ter quetirar ele da escola essa semana porque eles não liberam parte que meu filho tem direito de alugueis pra receber todo mês !e a advogada não me atende ! quando atende marca que vai ligar e não me liga !mando mensagens ela visualiza e não responde! eu não se mais o que fazer peço por favor que alguém me aconselhe porque eu não tenho mais oque fazer

    ResponderExcluir
  46. Paguei para um advogado entrar com processo de cancelamento de registro de nascimento no qual foi constatado que tinha dois registro mas o advogado não deu entrada no processo e só vem me enrolando até hoje (processo desde 2015) oque devo fazer neste caso obrigado.

    ResponderExcluir
  47. Estou em uma situação semelhante pois meu advogado está demonstrando total incompetência e desrespeito, estou cogitando dar-lhe umas porradas para ele aprender a respeitar os mais velhos.

    ResponderExcluir

A sua opinião é importante: comente, critique, coloque suas dúvidas ou indique assuntos que gostaria de ver comentados ou articulados em crônicas!Clique duas vezes na postagem para garantir o envio de seu comentário.

Arquivo do blog